Conheça os tipos de tintas!

26-02-2019 12:09

 Seja na hora da construção ou na reforma de um ambiente, é muito importante,atentar-se quanto a escolha 

 das tintas que serão utilizadas em cada parte de cada ambiente.

 Existem diversas opções de tintas para ambientes interno e externo, sendo cada uma indicada

  para cada superfície especifica como: alvenaria,azulejos, madeira, metal e outros.

 1- Acrílicos Superlaváveis- Indicada para ambientes com grande tráfego de pessoas,pois permite 

 a limpeza constante com água e produto de limpeza neutro.

 2- Esmalte sintético- indicado para ssuperfícies de madeira e metal, sendo em sua maioria a base de água, 

 possui secagem rápida e baixo odor e não amarela com o decorrer do tempo.

 3- Epóxi e Poliuretano- O epóxi a base de água, possue acabamento brilhante ou acetinado, tem ótima 

 aderência a superfícies lisas e resistência a umidade,sendo indicado para paredes de azulejos e pastilhas 

 cerâmicas de cozinha, banheiros e áreas de serviço. O Epóxi a base de solvente possue acabamento brilhante, 

 tem maior resistência a abrasão e a produtos químicos, podendo também ficar em contato com água,

  indicado para pintura de caixas de água, banheiras, pisos de garagem,áreas comerciais, industriais e hospitais.

 4- Tinta acrílica- O ponto positivo é que a tinta acrílica é impermeável, e por isso pode ser utilizada em áreas externas, 

 pois é mais resistente as intempéries e ao desbotamento, prolongando a durabilidade.Também é ideal ás areas internas

  que possuem grande umidade como cozinhas e banheiros.Possue 03 tipos de acabamentos: fosco, semibrilho e acetinado. 

 Pode ser aplicados em superfície como: alvenaria, reboco com cal,cerâmica porosa, cimentados, tijolo e concreto.

 6- Látex PVA- muito utilizado na pintura de parede internas, para áreas secas e que não precisem de 

 manutenção constante, possuem acabamento fosco, pouca resistência ao sol. Possuem secagem rapida

  e baixíssimo odor.Indicadas para paredes com acabamento em reboco, gesso ou massa corrida, podendo

  ser limpa com pano úmido.

 7- Tintas texturizadas- ideal para um toque rústico, ou reparar superfícies que contenha defeitos, promove

  proteção e excelente acabamento as paredes.

 8- A cal- é uma opção muito barata, e fácil de aplicar, ela não é lávavel e não apresenta um bom acabamento. 

 A caiação é uma boa opção para aparência rústica.

 A caiação é muito antiga e data da época em que as casas não eram rebocadas e nem pintadas,

 por isso, por questões de higiene e saúde, era quase obrigatório utilizar este método a fim de evitar 

 o aparecimento e alastramento de bactérias e outros micróbios.

 Com ótima relação custo-benefício, a cal pode ser aplicada em diversas superfícies, principalmente 

 nas mais porosas e ásperas (bloco de concreto, argamassa de revestimento, concreto aparente e outros). 

 Pintar com cal tem completa aderência a superfície.

 9- Tintas emborrachadas- São mais indicadas para paredes externas, elas tem uma película flexível 

 que protege a parede contra umidade, sol e chuva. Ou seja, ela é ideal para muros e fachadas.

 10- Tinta a óleo- Tipo de tinta feito com um ligante a base de óleo. A característica principal dessa tinta 

 é que ela impermeabiliza a superfície pintada, sendo então recomendada para superfícies de móveis,

 peças de aço ou metal, etc. Não é recomendada para alvenarias, principalmente perto da fundação, 

 pois a camada impermeável da tinta pode fazer com que a umidade ascendente na alvenaria forme bolhas na pintura,

 uma patologia muito comum a esse tipo de tinta.

 

 11- Tinta verniz- Usada para proteger superfícies como concreto, ardósia, tijolo à vista, pedra mineira e, 

 principalmente, madeiras em ambientes internos e externos. Possui variedade de cores e acabamentos, 

 para além de proteger a superfície, decorá-la.Pode ser à base de solvente ou de água. 

 Existem vernizes incolores ou pigmentados, os quais imitam as cores das madeiras. Eles formam uma película

 protetora que protege as superfícies da madeira da absorção de água. Existe, também, o stain que 

 é mais ou menos uma evolução dos vernizes. Ele é absorvido pela madeira, tornando-a hidro-repelente, 

exigindo, assim, menos manutenção. 

 

 

 

 

 

 

 

Ind